Aí está ele: o Guanabara retrô

Já saiu da unidade matriz da Marcopolo, em Caxias do Sul-RS, a unidade retrô da Guanabara. O Paradiso G7 1200, encarroçado no chassi O-500RSD Bluetec5 da Mercedes-Benz, traz a identidade mais marcante da história da empresa, que neste ano completa 25 anos.

733d8b90a15d7bae39e34db158038722

A identidade foi a primeira adotada pela Expresso Guanabara, herdada da Viação Normandy do Triângulo de Paracambi-RJ, empresa do Grupo Guanabara, que já adotava esse visual nos anos 1980 o qual herdou da Valenciana, empresa adquirida por Jacob Barata e incorporada à Normandy.

A Expresso Guanabara utilizou esta pintura do seu início, em 1992, até 1996. A Transparaíba, adquirida também por Jacob Barata e incorporada à Guanabara, também utilizou esta pintura quando da transição de marca.

41917c830609b979c4c30b1c1f67e800

O Paradiso G7 1200 com a pintura retrô da Guanabara vem com a sugestiva numeração 725. O primeiro número representa o ano do veículo, e a empresa escolheu o número 25 exatamente em representação ao 25º aniversário da empresa.

Mas vem mais

O retrô da Guanabara faz parte de mais um grande lote que a empresa adquiriu, junto a outras unidades do Paradiso G7 1200 (Genesis) e Paradiso G7 1800 DD (Galaxy), todos encarroçados no chassi O-500RSD da Mercedes-Benz e com o atual padrão empregado pela empresa.

Os novos ônibus atenderão as rotas que a empresa já opera, e no caso dos Galaxy, reforçando as rotas já operadas e incluindo novas, a exemplo da João Pessoa X Crato.

Por Josivandro Avelar
Fotos Jovani Cecchin / Reginaldo Alves

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *